Sindicato atualiza servidores sobre conquistas e pautas da Campanha Salarial

Na manhã da última sexta (10), o Sindilegis-PE promoveu uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) virtual para atualizar a categoria sobre a Campanha Salarial 2021. O destaque foi para a conquista do novo auxílio saúde dos servidores e servidoras, que puderam tirar dúvidas sobre a implementação do benefício.

A partir da aprovação, pela Alepe, da Resolução nº 1.748/2021, o auxílio saúde passou a corresponder a 5% dos vencimentos dos funcionários efetivos e comissionados, excluídas as vantagens pessoais ou verbas indenizatórias. O novo benefício se estende aos aposentados. Em qualquer caso, o valor não pode ser menor que 5% do vencimento do Nível 10 do cargo de Agente Legislativo.

O presidente do Sindilegis-PE, Marconi Glauco, lembrou que o auxílio não sofria mudanças significativas desde a implantação, em 2011. “Teve apenas um acréscimo de 10% em 2012 e, desde então, manteve-se congelado”, explicou “Sendo um percentual, será atualizado sempre que houver reajuste nos vencimentos”. Ele também pontuou que as vitórias são fruto do trabalho da diretoria com o respaldo da categoria. “Sem a base, o sindicato não seria nada. Quanto mais engajada ela está, mais fortes somos.”

Na reunião, foram debatidos outros temas, como a proposta de um modelo de trabalho híbrido na Alepe e a atualização das tabelas de cargos e salários. Além disso, entraram na pauta da negociação demandas como a de estacionamento para carros e bicicletas. Houve, ainda, informes sobre as eleições para dirigentes e Conselho Fiscal, previstas para dezembro.

Os problemas percebidos pelos servidores no retorno ao trabalho presencial também foram abordados. Sobre a questão, a diretoria do Sindilegis-PE disponibilizou um canal para receber as queixas, que serão encaminhadas à direção da Alepe por meio de ofício e discutidas com os superintendentes responsáveis. Basta enviar uma mensagem pelo WhatsApp para o número (81) 99329-1565.

Sindilegis-PE atualiza categoria sobre Campanha Salarial

Foi realizada, nesta sexta-feira (12), a terceira Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da Campanha Salarial 2021. Na ocasião, uma diretoria do Sindilegis-PE prestou esclarecimentos à categoria sobre o andamento das contas, além de combinar os próximos passos a serem tomados .

Os dois projetos de lei que correspondem aos pontos 1 e 2 da pauta concluíram a tramitação na Alepe, com a publicação dos pareceres no Diário Oficial de hoje. A próxima etapa é a sanção pelo governador e a publicação das normas. As reportagens tratam da revisão do auxílio-saúde e da reformulação das tabelas salariais, aplicando-se tanto aos servidores efetivos quanto aos comissionados.

O novo valor do auxílio-saúde – que não sofre reajuste quase uma década, desde que foi criado – também beneficiário dos servidores aposentados. Além disso, como compensação sobre a questão iniciaram em 2020, haverá pagamento dos retroativos devidos.

“A lei do auxílio-saúde deve ser implantada de imediato. Nossa expectativa é de que, ainda no mês de março, tenhamos o novo valor e o pagamento do retroativo devido ”, informou o presidente Marconi Glauco. “Em relação à reformulação da tabela salarial, se daria a partir de janeiro de 2022, conforme está no texto, mas dependerá também da disponibilidade orçamentária da Alepe.”

No dia 26 de março, às 10h, haverá Assembleia Geral para a aprovação das contas de 2019 e 2020 do Sindilegis-PE. O edital será divulgado por meio do site e das redes sociais do sindicato.